Notícias

Escola Americana de Vitória utiliza currículo independente que mais cresce no mundo

By 25 de outubro de 2018 No Comments

Escola Americana de Vitória utiliza currículo independente que mais cresce no mundo

 

A escola, inaugurada há um ano, trabalha com dois currículos da Fieldwork: internacional para os primeiros anos e primário internacional

Redação Folha Vitória

31 de Outubro de 2018 às 14:53 – Atualizado 31/10/2018 14:53:18

 

O ano letivo está acabando e, enquanto as crianças pensam em férias, muitos pais enfrentam o desafio de escolher a melhor escola para o filho. Com as novas metodologias de ensino, aquele modelo tradicional vai ficando para trás aos poucos e instituições que oferecem conceitos inéditos e grades curriculares, que vão além do básico, ganham espaço e a preferência das famílias.

Exemplo disso é a Escola Americana de Vitória, que oferece aos capixabas um modelo de ensino progressista, inédito no Espírito Santo. Além da metodologia de projetos focados nas individualidades de cada aluno e imersão total no Inglês, a EAV é membro da Fieldwork Education, que fornece um currículo primário internacional independente que mais cresce no mundo. São mais de 15 mil professores, em mais de duas mil escolas, em 98 países.

“Ser membro da Fieldwork Education significa que o aluno que se formar pela Escola Americana de Vitória terá um currículo de credibilidade e reconhecido internacionalmente, seja no Brasil ou no exterior”, destacou Andrea Buffara, sócia-proprietária e diretora da EAV. Outras importantes escolas bilíngues nos grandes centros do país como Rio de Janeiro e São Paulo também se baseiam neste currículo internacional independente.

Atualmente, a Escola Americana de Vitória trabalha com dois currículos da Fieldwork: o Currículo Internacional para os Primeiros Anos (International Early Years Curriculum – IEYC) para crianças de dois a cinco anos de idade, e o Currículo Primário Internacional (International Primary Curriculum – IPC), para alunos de cinco a 11 anos.

Além dos currículos internacionais da Fieldwork Education, a Escola Americana de Vitória segue as Competências Gerais da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), ministrando matérias como Português, História do Brasil e Geografia do Brasil. “Ou seja, ao fim do Ensino Médio – que será implementado nos próximos anos –, nossos alunos receberão os diplomas Brasileiro e Americano, estando preparados tanto para estudar fora do país quanto para prestar vestibular no Brasil”, explicou Andrea Buffara.